Campanha "Preservar é Resistir" participa do IV Mês da Cultura Popular organizado pelo Tamar em Ubat

Preservar_e_Resisitir_Tamar_web.jpg
O Fórum de Comunidades Tradicionais Indígenas, Quilombolas e Caiçaras de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba participa do IV Mês da Cultura Popular organizado pelo Tamar em Ubatuba, SP.

Com uma programação especialmente elaborada para valorizar a cultura regional, o IV Mês da Cultura Popular organizada pelo Projeto Tamar, recebe a exposição “Preservar é Resistir” com 30 imagens fotográficas no Espaço de Exposição do Centro de Visitantes, no período de 02 a 23 de agosto, produzidas por comunitários e parceiros das lutas das comunidades tradicionais da região.

O IV Mês da Cultura Popular conta com a parceria do Instituto Silo Cultural de Paraty e acontece de 2 a 23 de agosto. A programação contará com a participação de contadores de histórias, shows de músicos caiçaras, cortejo do Afoxé Ilú Omi Obatalá, oficinas de rabeca, exibição de vídeos e apresentação da Congada de São Benedito do Mestre Dito Fernandes, caiçara da comunidade do Puruba.

O encerramento do IV Mês da Cultura Popular acontece no sábado, dia 23 de agosto, com o show “Assim na Serra como no Mar” com a reunião dos músicos Luís Perequê de Paraty, Negão dos Santos e Renata Marques de São Luiz do Paraitinga, e a cantora paulistana Katya Teixeira. Nesse dia será exibido o vídeo “Preservar é Resistir” que faz parte da Campanha Preservar é Resistir - Em Defesa dos Territórios Tradicionais, produzido pelo Fórum de Comunidades Tradicionais Indígenas, Quilombolas e Caiçaras de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba. Um encontro memorável de talentos e carreiras musicais dedicadas à valorização da cultura popular!

Quem são?

Criado há 33 anos, o Projeto Tamar é uma cooperação entre o Centro Tamar/ICMBio e a Fundação Pró-Tamar. Todos os recursos captados são revertidos integralmente para as atividades de conservação das tartarugas marinhas.

O Fórum de Comunidades Tradicionais Indígenas, Quilombolas e Caiçaras de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba foi criado em 2007, em reunião com lideranças indígenas, quilombolas e caiçaras de diferentes comunidades da região no Quilombo do Campinho, Paraty, RJ, motivados pelo conjunto de problemas e restrições vividos por essas comunidades e pela necessidade de juntar forças para mudar este quadro.

SERVIÇO:

IV Mês da Cultura Popular no TAMAR Ubatuba Exposição de fotos e exibição do vídeo da Campanha “Preservar é Resistir” Mais informações: http://www.preservareresistir.org/ De 02 a 23 de agosto na Rua Antonio Athanásio, 273 – Itaguá - Ubatuba/SP

Telefone: (12) 3832-6202 e 3832-7014

Programação completa no site: http://www.tamar.org.br/noticia1.php?cod=531

No mês de agosto, o Centro de Visitantes do Projeto Tamar Ubatuba estará aberto todos os dias (exceção de quarta-feira), das 10 às 18 horas (segunda a quinta) e das 10 às 20h (sextas e sábados).

Preços de entrada:

· Crianças acima de 1,20 m e Adultos - R$ 14,00;

· Crianças abaixo de 1,20 m e adultos maiores de 60 anos - não pagam.

· Moradores de Ubatuba (cadastrados ou portando algum comprovante: título de eleitor, RG, carteira de escola ou trabalho) – não pagam.

#campanha #exposição #filmecampanha #fórumdecomunidadestradicionais #ubatuba #território