Encontro do Ministério Público Federal de Angra dos Reis e comunitários do Fórum de Comunidades Trad

No dia 28 de novembro mais um passo foi dado no sentido de esclarecer os direitos dos caiçaras, indígenas e quilombolas. A convite do Fórum de Comunidades Tradicionais de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba (FCT), o procurador do Ministério Público Federal em Angra dos Reis, Dr. Felipe Almeida Bogado Leite, esteve no Quilombo do Campinho para um bate papo sobre unidades de conservação, regularização fundiária e especulação imobiliária na Bocaina. O procurador acaba de se estabelecer na cidade de Angra dos Reis e junto com a Dra. Monique Cheker de Souza, dividirá os processos das cidades de Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty.

Cerca de 30 lideranças comunitárias indígenas, quilombolas, caiçaras e parceiros do FCT se reuniram com o Procurador que falou sobre a importância da visibilidade dos problemas para acabar com o preconceito e a falta de informação sobre as comunidades tradicionais na região. O Procurador Dr. Felipe Almeida Bogado Leite já tem experiência com as comunidades tradicionais pelo trabalho que desenvolveu no Ministério Público Federal do Pará. “Tenho grande interesse nesse assunto e quero ouvir quais são as necessidades na Bocaina”, afirmou o Procurador. Na reunião foi acertado a realização de um Seminário Jurídico em abril de 2015 para debater as questões ligadas ao direito das Comunidades Tradicionais na Bocaina.

Preservar é Resistir MPF
Preservar é Resistir MPF

Por Comunicação Fórum de Comunidades Tradicionais

#angradosreis #caiçaras #fórumdecomunidadestradicionais #indígenas #território #quilombolas