O olhar dos comunicadores populares do FCT na BR 101


As entrevistas que narram histórias diversas da rodovia foram colhidas pelas juventudes tradicionais em suas comunidades

A rodovia que atravessou a vida dos povos e comunidades tradicionais da região da Costa Verde, mais precisamente nos municípios de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba motivou uma série de mudanças que fez com que as populações tivessem que lutar para manter seus modos de vida. Nesse contexto, juventudes do núcleo jovem do Fórum de Comunidades Tradicionais (FCT) documentaram histórias de vidas diversas que foram totalmente transformadas com a construção desse empreendimento.

Acompanhe abaixo os quatro vídeos da série, chamada de "BR 101: Depois da Estrada"

O primeiro foi feito por Luisa Villas Boas, que entrevistou dona Geordina dos Santos Rosário, guardiã da memória da comunidade caiçara do Prumirim em Ubatuba (SP)

Jadson dos Santos, liderança caiçara da praia do Sono foi entrevistado por Sérgio dos Reis da Conceição.

No Quilombo do Campinho em Paraty (RJ), Daniele Elias Santos conta sobre a transformação da comunidade após a BR 101. O vídeo foi feito por Lohan Santos, jovem quilombola da comunidade.

Guilherme Euler entrevistou a guerreira Laura Braga, liderança história do Quilombo da Fazenda em Ubatuba (SP)

Acompanhe as notícias, histórias de luta, relatos e acontecimentos que envolvem a luta do Fórum de Comunidades Tradicionais de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba. Curta nossa página no facebook!

#FCT #Juventude #nucleojovem #br101

 © 2014 por Fórum de Comunidades Tradicionais.

Criado por Núcleo de Comunicação Popular do FCT

  • Facebook Long Shadow
  • Vimeo Long Shadow
Fórum de Comunidades Tradicionais